EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Desde o seu surgimento em 2007, a UGT tem se caracterizado por uma central sindical inovadora. Inovadora em seu projeto sindical que promove a relação do movimento sindical com a diversidade que caracteriza os vários sujeitos sociais e políticos no século XXI. Inovadora na busca de novas soluções para um sindicalismo que esteja à altura dos complexos desafios colocados pela globalização que ensejam novas demandas para o mundo do trabalho.

De forma coerente com a sua trajetória inovadora, a UGT decide criar o Instituto de Altos Estudos – UGT (IAE-UGT) em 2011. O IAE-UGT é um instituto do tipo “laboratório de ideias” (conhecido em inglês como” think tank”). Dentre os objetivos do IAE-UGT estão: a mediação da relação entre a sociedade civil e o governo; a identificação e avaliação das questões de políticas públicas, propostas e programas; a transformação de ideias e problemas emergentes em políticas públicas e interpretação de eventos e políticas para facilitar o entendimento dos segmentos organizados dos trabalhadores e da sociedade civil em geral.

Ao criar o seu instituto do tipo “laboratório de ideias”¸ a UGT situa-se em pé de igualdade com as grandes centrais sindicais internacionais que também possuem os seus institutos. É o caso da Fundação Hans-Böckler na Alemanha, o Economic Policy Institute e o Institute for Policy Studies, ambos nos EUA. 

As organizações de trabalhadores necessitam estar preparadas para o novo tipo de papel que estão sendo chamadas a representar. Cabe à organização dos trabalhadores produzir reflexões de alto nível sobre a realidade internacional e a brasileira em todos os aspectos considerados relevantes. Somente a partir de análises aprofundadas que a UGT poderá emitir opiniões, encaminhar projetos, propostas e soluções para questões importantes para a sociedade brasileira.

O IAE-UGT tem produzido reflexões e estudos sobre questões estratégicas para o movimento sindical tais como o papel das centrais na formulação e implementação de políticas públicas, a relação das centrais sindicais com o Congresso Nacional, as cadeias globais de valor e os seus impactos na reorganização do trabalho e dos próprios sindicatos, os tratados de livre comércio e seus impactos para os trabalhadores e diretrizes para uma política de qualificação inovadora.

A partir de uma rede de colaboradores acadêmicos altamente qualificados, o IAE-UGT cumpre um papel fundamental na produção de ideias, estudos e reflexões que constituem matéria prima para a atuação inovadora da UGT. Ainda são muitos os desafios, os temas e os problemas que precisam ser debatidos, assim como são muitas as soluções que precisam ser construídas para uma sociedade com elevado bem-estar social, especialmente para os trabalhadores e trabalhadoras.